Desde o início da jornada humana no planeta, as perguntas realmente essenciais são muito poucas. QUEM SOU? DE ONDE VIM? PARA ONDE VOU? POR QUE ESTOU AQUI? E por aí vai.

Na verdade, desde a aurora do homo sapiens, as perguntas são também rigorosamente as mesmas. O que muda ao longo do tempo e das culturas são as respostas. Respostas sempre provisórias e incompletas, já que espelham fielmente nossa experiência terrestre. Também provisória e incompleta.