UMA PENA QUE PRATICAMENTE TODO MUNDO se autolimita por acreditar que fronteiras têm existência real. Não têm.
No substrato mais essencial de tudo o que existe limites não passam de meras construções mentais. Acredite se quiser. Ou, se puder.